Filme Soul
- Bem-viver, Cinema, Destaques

O filme “Soul” e a pressão por ter um propósito

De tempos em tempos algumas palavras ficam em moda. Propósito, por exemplo, está em todos os lugares, inclusive na comunicação.

E “Soul” me fez pensar sobre como a pressão por ter um propósito pode atrapalhar nossa jornada.

Que é o que verdadeiramente importa.

Filme Soul
Animação da Pixar fala sobre o sentido da vida e faz pensar sobre como a pressão por ter um propósito pode atrapalhar nossa jornada

A animação explica, a seu modo, o sentido da vida.

O protagonista Joe Gardner é um sujeito fracassado. De meia idade, sem filhos, sem sucesso, sem dinheiro. Acho que dá até para afirmar: sem seguidores.

Ele morre logo no início e precisa ajudar uma alma jovem a encontrar uma motivação para viver.

O filme, feito para crianças, mostra para os adultos como a lógica do propósito nos obriga a provar ao mundo que somos bons em algo.

E que isso define o valor que temos para as pessoas ou para a sociedade quando, na verdade, o que nos define é nossa trajetória.

Leve e simples, a produção mostra também como nem sempre ter um mentor badalado, que tenha grandes conquistas, nos leva aos mesmos resultados.

“Soul” tem pouco mais de 1 hora e meia de duração e está disponível no Disney+ que, se você ainda não é assinante, recomendo que faça o teste gratuito por sete dias, pelo menos para assistir neste fim de semana. Vale a pena!

Por Fabíola Brites

O sentido da vida

Matérias Semelhantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *