- Lugares, Superdicas

Minha experiência no Gramado Hostel

Hospedagem na Serra Gaúcha oferece conforto, segurança e um farto café da manhã, digno de cinco estrelas. As instalações são muito boas. Adorei a temporada por lá e recomendo muito!

Por Fabíola Brites

Nesta longa estrada da vida me hospedei poucas vezes em hostel. No Brasil, o único até agora foi o Gramado Hostel, do qual saí com uma ótima impressão. E olha que estive lá durante alta temporada, com todas as camas ocupadas e um serviço de primeira. O preço varia conforme a época do ano, mesmo assim, é bem atraente.

Para quem, como eu, não está muito acostumado a ficar em hostel e acha que é um tipo de hospedagem próprio para a galera mais jovem, esqueça! Hostel é lugar sim para quem tem mais de 40, 50, 60, e por aí vai. E as crianças que encontrei por lá também pareciam estar curtindo bastante.

Mas, comecemos pela localização, que não podia ser melhor, a Avenida das Hortênsias, que liga Gramado a Canela. O que significa fácil acesso aos principais pontos turísticos da região. Na vizinhança tem de tudo: farmácia, mercadinho, restaurante, lancheria.

 Hostel está localizado na estrada que liga Gramado a Canela (Foto: Fabíola Brites)

 

Entre as acomodações, há opções de suíte privativa, dormitório privado com banheiro compartilhado e vagas em quartos coletivos, que foi onde fiquei. No dormitório, eram só mulheres. As camas ficam bem próximas umas das outras, mas isso não foi problema para mim.

Os armários para guardar bagagem são amplos e seguros, e a limpeza é excelente. O hostel fornece toalha e roupa de cama, o que alivia bastante a mala, e sobra mais lugar para guardar os chocolates que a gente compra entre um passeio e outro.

Quarto coletivo: hostel fornece toalha e roupa de cama (Foto: Fabíola Brites)

Agora, vamos a um detalhe muito importante, o café da manhã. Tem tudo o que um hotel ‘carésimo’ serve: frutinhas, sucos, pães, bolos, geleias, frios. E preparados ali mesmo, ao alcance dos olhos. No local há geladeira e fogão à disposição para os hóspedes, que podem cozinhar e armazenar as demais refeições, guardando tudo etiquetado. Então, raciocina comigo: dá para ter custo zero de restaurante, já que comer fora é caro em qualquer lugar do mundo.

 Café da manhã top (Foto: Fabíola Brites)

 

As áreas de convivência são bem espaçosas, com bancos no jardim, onde há árvores frutíferas, sala com TV, lareira e até computador para o hóspede que precisar.

No site do Gramado Hostel consta que o estacionamento é para as suítes privativas, mas eu dei sorte e consegui vaga durante todo o período que fiquei, sem problema algum e com muita segurança.

Fiquei hospedada junto com meu filho e um amigo, que dormiram em um quarto coletivo para homens – há opção de quartos mistos, mas nestes não havia vagas, por isso ficamos separados. Os dois também aprovaram as instalações.

Ah! E se você é do tipo como eu, que adora pedir indicações sobre lugares como bares que os moradores locais costumam frequentar, aconselho bater um papo com os recepcionistas, eles têm ótimas dicas sobre os points da região.

 

Galeria de Fotos: Gramado Hostel

Matérias Semelhantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *