adriana
- Bem-viver, Destaques, Superdicas

Megacloset oferece aluguel de roupa de festa

Empresária gaúcha monta loja especializada com mais de 600 opções em trajes de festa para todos os tipos de clientes. Vestindo manequim 38, a empreendedora de 1,55 metro sabe como agradar do PP ao XXG

Por Fabíola Brites

Nunca curti vestir roupa emprestada. Alugada, então, nem pensar. Mas a gente muda, ainda bem! Quando compartilhar passou a ser verbo da moda, gastar dinheiro comprando peça que será usada apenas uma vez virou démodé.

Por sorte conheci a Pura Seda, da Adriana Falcão. Ela montou em casa megacloset onde atende com hora marcada. Da magérrima a plus size, da aniversariante ao pai da formanda, todos encontram opções por lá.

Como cortesia, ganham a consultoria da empresária, que dá dicas valiosas. Apaixonada por moda desde a adolescência, quando desfilava para uma boutique, ela costumava colocar os jeans na Clorofina para inventar looks.

“Moda é vestir uma roupa e sentir-se bem”, resume a empresária. O negócio começou por influência de uma amiga, que queria se desfazer de um lote de 120 vestidos de loja que mantinha.

Para mostrar para as demais amigas, expôs as peças no então espaço kids dos três filhos, que passaram a brincar em uma área junto à garagem, onde mais tarde seria construída a adega da família.

Em menos de dois anos o acervo passou para 600 peças na sala principal, mais 200 no estoque, o que acabou ocupando também o local dos vinhos, desalojando mais uma vez a criançada.

roupa
Megacloset tem vestidos de festa para todos os estilos (Foto: Divulgação)

O sucesso é creditado, em grande parte, ao público plus size, tanto feminino quanto masculino. Curiosamente, no lote inicial comprado ao acaso não havia nenhuma peça GG.

Para contemplar todos os biotipos, Adriana foi atrás de confecções para tamanhos grandes. “Fui buscar vestidos bonitos, não apenas largos e, sim, modelos similares aos que as magrinhas usam, só que em tamanho maior.”

O resultado são peças com brilhos, rendas, malhas e tecidos com caimentos que se adaptam a diferentes tipos de corpo. Vestindo manequim 38, a empresária de 1,55 metro sabe como agradar do PP ao XXG.

“Eu adoro vestir este público. Melhora a autoestima deles e minha também”, diz Adriana, que coleciona histórias de clientes que passaram a ter vida social mais intensa e sucesso até na profissional depois que encontraram a roupa certa.

Lembra de um cliente que precisava de um terno tamanho 64 para ser usado na mesma noite, pois havia sido “colocado na obrigação” pelo chefe para comparecer ao casamento do filho dele.

Homem simples, mas que havia galgado postos na empresa, disse que nunca tinha usado um terno na vida. “Foi um dos primeiros clientes de tamanho grande, fiquei nervosa, achei que não ia conseguir ajudá-lo.”

Quando voltou para devolver o traje, o homem estava todo contente, mostrando o celular com as fotos que tinha feito na festa. “Olha aqui como eu fiquei bonito”, dizia ele.

A alegria de Adriana ao contar histórias como esta faz a gente desconfiar que, mais do que trabalhar com moda, ela gosta mesmo é de trabalhar com gente, de fazer todo mundo sentir-se bem com o corpo que tem.

Assim como Daiana Ditrich, vencedora do concurso Modelo do RS Plus Size 2017. Principal rosto e corpo das fotos de divulgação da Pura Seda, a jovem descobriu há pouco tempo que é preciso se aceitar para ser feliz. A história de superação merece um post só para ela. Por aqui ficamos com as fotos de Daiana linda em looks da Pura Seda.

Galeria de fotos: Pura Seda

Matérias Semelhantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *